quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Parábola ao professor


“És o semeador da parábola.
Não te preocupes onde caem as sementes,
Semeia sempre.
A cada um será dado segundo suas obras.
Se tua semente não germina, examina com confiança tuas ações;
Faze tua autocrítica: reconhece teus enganos; recomeça com teu exemplo, com
Humildade, lutando contra os desenganos da vida, semeando o amor, o

Respeito, a fé, a confiança no próximo e em Deus.
E se ainda, não brota a tua semente, insista sempre, com paciência, regando

Com amor a terra árida da sementeira alcançando o adubo da compreensão,

Removendo a mata da discórdia e deixando que a luz do Sol da fé possa trazer

Seus raios para a floração perfeita da primavera.
E no fim de cada jornada de trabalho, ora a Deus pedindo-lhe amparo e

Proteção, para que tua paciência não falte, para que teu amor não se esgote.
Luta “com confiança contra todos os obstáculos que possam surgir na

“Caminhada de Mestre e Professor.”


(desconheço a autoria)

4 comentários:

Silvana Nunes .'. disse...

Maravilha o seu cantinho.
Na intenção de divulgar o meu trabalho, cheguei até você.
Gostei muito do seu espaço. Eu não estou podendo ler tudo de uma vez porque a tela do computador atrapalha um pouco a minha visão, mas certamente voltarei mais vezes. O meu oftamologista pediu que desse um tempo da telinha... e eu sou fraca ?
O meu território já está demarcado.
Convido a dar uma espiada em "FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER.." ( o seu cantinho de leitura), em:
http://www.silnunesprof.blogspot.com
Terei sempre uma história para contar.
Saudações Florestais !

Andradarte disse...

Parece parábula de algum evangelho.
Beijo

Ademerson Novais disse...

simplesmente belo.....


Ademerson Novais de Andrade

O Profeta disse...

Corre assombração
Vai para outro mundo numa toada de vento
Afasta de mim este cálice
Deixa-me aprisionar a morte na vida por um momento

Deixa-me sentir com a alegria dos sentidos
Deixa-me acreditar no voo do por-do-sol
Deixa-me beijar as águas de um lago feliz
Deixa-me navegar sem rumo, perder o control


Bom domingo


Mágico beijo